terça-feira, 17 de maio de 2011

MAIS VINTE E QUATRO HORAS - da série "Ela"

TENS, AGORA, O QUE HÁ DE MAIS INTEIRO EM MIM;
MINHA INTENÇÃO,
COMPLETAMENTE;
O QUE HÁ DE MAIS LEAL?
COMO POSSO DORMIR, SE ESSE HIPNOTIZAR DE OLHOS NÃO CESSA?
TALVEZ PORQUE ESSA CONDIÇÃO NÃO VENHA DE UMA IMAGEM EM TIC-TAC;

MAS DE UMA SEDUÇÃO DE IDEIAS, DE DENTRO;

TENS O PODER DE ADIVINHAR MEU RUMO;

SABER MEUS PASSOS;

ANTECIPAR MEU DESEJO;

TENS O DOM DE ME GUIAR, SEM DAR COMANDOS;

TRAZER CLARIVIDÊNCIA, NESSE ENTRELAÇAR DE LETRAS;

DE ONDE, QUIETA, AGUARDO A POESIA CHEGAR;

TORNA FÉRTIL O DESERTO;

FAZ SURGIR ÁGUA DO FOGO;

E DO FRIO A SENSAÇÃO MAIS ESPERADA;

Ë TEU O MUNDO QUE NASCE PELA MINHA FÉ;

É TEU TUDO O QUE VIBRA EM EXISTÊNCIA, A PARTIR DE MIM;

SÃO SUAS MINHAS PROMESSAS QUEBRADAS;

TODOS OS PONTOS FORA DA CURVA;

É TANTO QUE JÁ NEM ME SEI MAIS;

EM LUGAR ALGUM, QUE NÃO SEJA AÍ, NESSE LUGAR, INTEIRAMENTE CONTIGO;

SÓ POR HOJE.

Um comentário:

  1. Li sob o foco da intenção, do desejo. Perfeito.
    Li sob o foco tradicional, do par romântico. Perfeito.
    Li sob o foco da alma, do significado. Perfeito.

    Menina, gostei.

    ResponderExcluir